07 junho 2006

“O senhor secretário não nos engana.”

O tão falado, pelo menos aqui no Fórum, Romeu Pereira, juntamente com Simão Barros (este deve ser novo ainda não foi aqui referênciado) da ATC publicaram carta aberta ao senhor Secretário da Junta de Joane.

A dada altura eles dizem “O senhor secretário não nos engana.”

Pois, é como o algodão, não engana.

Mas o melhor é lerem e comentar como habitual.

14 comentários:

Anónimo disse...

"Bem isto a propósito..."??? É gralha o jornal ou da carta aberta?
Por falar em Gil Vicente, nunca me esquece uma das sus personagens, do Auto da Barca do Inferno: Joane, o Parvo.

Anónimo disse...

Nos dias que correm, não será de admirar que se instaure algum modelo de censura prévia; de formatação do pensamento, em nome de qualquer moral duvidosa. Cá por mim, referências a certas partes anatómicas não me causam espécie, e a catraiada está farta de as ouvir, nos mais inocentes programas televisivos. Mas há que convir que a ATC já nos habituou a melhor. Muito melhor...Mas, provavelmente, isso foi em tempos de antanho.

Anónimo disse...

Boa estratégia esta da ATC. O general escreve um artigo aparentemente apaziguador. Os lugares tenente escrevem um artigo insultuoso.
escrevem é como quem diz... Porque o artigo parece ter sido escrito com os pés. Ou para usar a linguagem da ATC, escrito com o cú.

Anónimo disse...

Quem escreveu um artigo de opinião sobre o ATC na edição anterior dos jornais não foi o secretário da Junta de Joane.
O referido artigo está assinado e até tem fotografia. Portanto isto só pode ser mais uma atitude provocatória à Junta de Freguesia.
Como é que que estes individuos conseguem escrever uma carta aberta ao secretário da Junta ????
É mais uma gralha ou deveria dizer, mais uma atitude "aleivosa"...

Anónimo disse...

E pensava eu que a história da birra já havia passado à História.

Mas não, ainda havíamos de ser brindados com mais esta pérola e, possivelmente, com outras. Talvez, quiçá, quem sabe oriundas do Tesoureiro da Junta, depois de um Vogal da Direcção, depois do Vogal da Junta, depois da 1º Secretaria da Mesa da Assembleia Geral e por aí fora.

O nível está a descer e bastante. Querendo ser irónicos, acabam por ser rasteiros na linguagem.
Querendo exercer a cidadania, acabam por aparentar desconhecer a composição da Junta de Freguesia.
Querendo mostrar obra, acabam por ser de uma grande infelicidade pois ainda ontem parece que se assimou o auto de consignação para mais uma obra em Joane.
Querendo ser intelectualmente superiores, revelaram-se dois cavalheiros a precisar urgentemente de rever regras básicas de escrita.
Já agora, mais vale chamar aleivoso e ardiloso de forma directa (como o fez o Presidente da Junta, embora nalguns casos seja preferível deixar falar o silêncio) do que andar a morder pela calada ou em reuniões internas onde se refenciam as pessoas do pior.

Quem não sabe é como quem não quer ver! disse...

Em primeiro lugar a carta aberta não foi escrita pelo Romeu nem pelo Simão, mas sim pelo dono da ATC o Custódio Oliveira!
Estes dois fulanos, coitados quando abrem a boca só dizem merda!
O Simão tanto andou que conseguiu o que pretendia uma tacho, e fico por aqui em relação a este enerte. O Outro enerte, Romeu! Deveria era preocupar-se com o seu trabalho e deixar de andar por aí a vaguear. Tenta imitar o seu tio Chico Alves, mas para ser como ele ainda tem muito que aprender, e não sei se chegará a aprender.
Em relação ao artigo do Dr. António Oliveira, está escrito com classe.
Aos dois amiguinhos, aconselho-os a beberem água e a formarem só cigarros.

Anónimo disse...

Alguma coisa contra os charutos? E contra os cachimbos?

Anónimo disse...

VIVA A BANDEIRA NACIONAL EM FLORES...

Anónimo disse...

Romeu, devias era ter vergonha!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Essa maneira de de Bandeira Nacinal é uma forma de dar a ganhar dinheiro a mais uma Oliveirinha.
Charutos, cachimbos, não me façam rir.

Megui disse...

eu li a carta aberta do Romeu e do Simão! que miséria meus senhores! porque é que quem não sabe escrever insiste em fazer-se notar?! meus senhores a carta estava uma vergonha! os actores deviam saber português de uma forma mais aprofundada!!!!

Anónimo disse...

Uma vez, uma amiga minha de Lisboa, professora do conservatório de teatro, riu-se quando lhe disse que a ATC era uma companhia profissional, dizendo-me que de profissionais só tem mesmo o nome!!! ela tem toda a razão! com o nível de português dos actores e dirigentes uma pergunta impõe-se: será que são mesmo profissionais, ou andam aqui a enganar-nos?

Anónimo disse...

Acho inquestionavel o valor profissional dos actores pertencentes à instituição ATC. Faço teatro à anos, tenho formação que adquiri em Portugal com muito orgulho e que aperfeiçoei fora do país (porque infelizmente, em Portugal tanto a oferta de formaçao, como a procura por parte do publico para ver teatro... é diminuta), vi varios trabalhos da associaçao e o balanço parece me notavel.
porque criticar o que é nosso? porque criticar o que pertence à nossa terra e faz com que o nome de Joane seja divulgado?
parece-me mesquinha, invejosa e pouco substancial a atitude de nao procurar defender e Valorizar as mais valias fruto de pessoas pertencentes a Joane.

Anónimo disse...

a megui ja tem um blog
http://www.megui-forumjoane.blogspot.com/