18 maio 2006

C. M. Famalicão cede gratuitamente terreno à ATC para posto de abastecimento de combustível...


Foi aprovada por unanimidade na reunião de Câmara de 12 de Abril último a cedência gratuita (Doação) de duas parcelas de terreno com cerca de 1300 metros quadrados nas margens da Via Inter-Municipal Joane-Vizela à Associação Teatro Construção, em regime de direito de superfície pelo período de 25 anos renováveis, a fim da Associação Teatro Construção ali poder instalar um posto de abastecimento de combustíveis, estação de serviço e restaurante.
Alguém sabia?
12 de Abril não foi antes da queima do Judas?
Um terreno com 1300 m2, nas margens da VIM dava um excelente palco para a queima do Judas. Pelo menos enquanto não existem combustíveis, mudanças de óleos e refeições.

20 comentários:

Anónimo disse...

Ó senhores do blog, essa data não será 12 de Abril mas de à vários anos atrás ???
Então o terreno cedido não está abandonado, com meia cosntrução feita lá em cima no cruzamento do alto da VIM ???
Revejam lá este post e digam qualquer coisa.

DOI MESMO disse...

Não me parece que o Presidente Armindo Costa vá deixar construir um poço de pólvora junto do seu infantário. Mas........... poderá existir alguns interesses !!!!!!!!!!!!!
Este assunto já vem se arrastando à mais de uma década, mas nunca chegou a consenso.
Parece-se que não estou enganado, o terreno em causa é propriedade da AMAVE.
Quanto à queima do judas, caros amigos! Podiam pelo menos fazerem os ensaios nas bouças vizinhas, mas têm que ter cuidado com a queima dos judas, para não se queimarem, o rastilho já está curto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Já me tinha apercebido do mamarracho junto à VIM, não sabia era que aquilo era da ATC. Muito bem...

Anónimo disse...

é assim para uns tudo, para outros nada... eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada...

Anónimo disse...

Este assunto já tem anos!
No tempo do Agostinho Fernandes, na Câmara, e do Domingos Carvalho, na ATC, já tinha sido deliberado ceder um terreno para esse fim. O posto só não se construiu porque o tráfego na VIM se revelou residual.

Anónimo disse...

O Senhor do comentário anterior parece saber tudo sobre o assunto. Diga, diga...

Anónimo disse...

Como o "trafego era residual" no terreno cedido, não terá sido agora cedido outro terreno num local onde o tráfego não seja "residual"? Eles comem tudo e não deixam nada.

berlaitadas disse...

PROMISCUIDADE?!

Anónimo disse...

O "Senhor" não sabe tudo!
Quem elegeu o tema para este blog é que deve ter informação, que devia divulgar, não se ficando pela espuma.
O "Senhor" limitou-se a fazer um exercício de memória, cada vez mais recomendável, e a constatar que o assunto não é novo, que já foi discutido e até aprovado in lo tempore.
O "senhor" apenas pretende contribuir para o esclarecimento e não adensar o tom de guerrilha que às vezes campeia nesta fórum.

Anónimo disse...

O presidente da ATC dizia que o Domingos Carvalho estava muito interessado porque iria receber dinheiro no escuro.
E agora quem será?

Anónimo disse...

Ó "Senhor", o assunto já foi discutido? onde? Foi público? Essa memória não falha. O "Senhor" sabe. Diga lá... Diga lá...

Anónimo disse...

Já parece o boneco do Valentão no Contra! Vá lá, creio que o caro colega é capaz de fazer mais que repetir essa espécie de onomatopeia "diga lá, diga lá". Pergunte ao autor do post se não procurou nos arquivos mais informação sobre o assunto que lançou. Se fizer uns telefonemas para as pessoas certas, vai ficar a saber mais...Aliás, se a oposição ao poder socialista que liderou a Câmara durante anos tiver memória saberá esclarecê-lo...

Anónimo disse...

Diga lá, Diga lá...

Anónimo disse...

E o poder socialista que liderava a Câmara na altura NãO SABE?
SABE!

Anónimo disse...

O Domingos carvalho ainda mama no parque dos patinhos? Esta "Senhora continua a facilitar?

Anónimo disse...

Em matéria de conhecimento sabem tanto a oposição antiga que agora é poder como a oposição nova que já foi poder.

O denominador comum é que é sempre o mesmo: ATC, mais concretamente, Custódio Oliveira. O Domingos aparece metido ao barulho porque naquela casa arranjam-se sempre uns testas de ferro. Quem arranjou a gasolineira foi o Custódio e mais ninguém.

Eu ainda quero perceber é como é que a gasolineira pode construir num terreno que foi cedido à ATC?

No resto: o terreno sempre foi aquele. E a pedido da ATC.

Já agora: direito de superfície e doação não são a mesma coisa.

Anónimo disse...

È CLARO QUE NÃO!
Vê-se mesmo que é dirigente da ATC.
Deve ir mais vezes para a serra da Cabreira fazer reflexão “nos copos”.
Reflexões e conferências de imprensa, é o que os dirigentes da ATC mais gostam, fonix.

Anónimo disse...

Que merda de blog é o do PSD de Joane, que só publicam aquilo que lhes agrada, se a opinião não for favorável é censurado. O que vale é que ainda não tiveram uma única participação que fosse do agrado deles.
www.psdjoane.blogspot.com

Anónimo disse...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

Anónimo disse...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»