16 março 2006

O chefe da banda, toca e foge.

O Dr. Ribeiro e Castro, presidente do CDS, fez saber que não era "chefe de banda", numa alusão, pouco subtil, ao seu grupo parlamentar que lhe é muito pouco fiel e ainda menos leal.
A "banda" não gostou. E a música, claro, começou a desafinar.
O Presidente, preocupado, marcou um concerto, a que chamou conselho nacional, para ver se mete ordem na casa. Segundo conta a TSF, o chefe da banda, também conhecido por líder parlamentar, não sabe se vai ao conselho nacional, porque domingo é "dia do pai".

2 comentários:

berlaitadas disse...

Este partido vai de mal a pior...Mas quem tem o Dr. Ribeiro e Castro na presidência não merece mais. Um líder sem carisma não consegue mobilizar os seus súbditos e este senhor nem líder consegue parecer!

viva o cds disse...

O PSD não vai melhor...