02 março 2006

Procura-se!

Desapareceram da vida pública, desde o passado dia 20 de Janeiro, dois distintos cidadãos:

Mário Soares, 81 anos, ex-presidente da Républica e com nome de rua em Joane.
As autoridades temem que esteja a preparar alguma surpresa para a tomada de posse do Presidente Cavaco Silva, pois durante a sua campanha disse sempre que o seu objectivo era impedir a descida triunfal de Cavaco na Avenida da Liberdade.

Francisco Louçã, 25 anos (será sempre um jovem). Na altura do seu desaparecimento vestia uma T-shirt do camarada Che. Há quem diga que está escondido no bolso da camisa de Jerónimo de Sousa.

A quem tiver informações sobre o paradeiro destes cidadãos, agradece-se o favor de não dizerem nada a ninguém. A vida política portuguesa dispensa-os bem.

7 comentários:

Anónimo disse...

Fale por si, claro.
A vida política quer-se diversificada. Qualquer triagem padecerá de preconceitos. Ou quererá apenas fatos à lorde inglês e t-shirts do T-club?

Berlaitadas disse...

A diversidade não deve contemplar o que nos é prejudicial. Políticos com ideias amorfas ou com discurso fundamentalisto-posmoderno são claramente dispensáveis.
Que continuem na sombra...

Anónimo disse...

O que nos é prejudicial? A quem? Quem decide isso? O Sr? Assim se sustentam ditaduras. Fascistas ou comunistas.
Por essa bitola, o Ribeiro e Castro já há muito deveria ter sido dispensado...

Anónimo disse...

Deixem-nos lá estar sossegados não vá eles ouvir-vos e voltarem com as suas usuais baboseiras!

viva o cds disse...

Ó amigo! se arranjar maneira de dispensar o dr. Castro ganha um lugar no céu!

Anónimo disse...

XPTO
Estou certo que a maior parte dos joanenses têm VERGONHA de ter o nome de Mário Soares na principal avenida de Joane. Eu cá por mim tenho muita vergonha

Anónimo disse...

XPTO
Estou certo que a maior parte dos joanenses têm VERGONHA de ter o nome de Mário Soares na principal avenida de Joane. Eu cá por mim tenho muita vergonha