21 fevereiro 2006

A “passadeira” junto ao Café Central

Entre a sede da Junta de Freguesia e o Café Central existe um “passadeira” devidamente marcada no pavimento. Esta está sistematicamente ocupada com carros estacionados. Quase sempre de alta cilindrada, descapotáveis e/ou clássicos, quase sempre são os mesmos.
Um pouco mais de civismo não faz mal a ninguém meus senhores.

12 comentários:

Anónimo disse...

Subscrevo. E quem diz no Central, diz noutros sítios. Veja-se o que se passa na alegada sala de visitas, com estacionamentos em segunda fila!
NOTA: já agora, o que dizer da "escarreta" (perdão pela linguagem) que é um poste de alta tensão praticamente no meio da estrada, junto ao parque da Ribeira? Não há sentido de estética e de responsabilidade?

Sangue Azul disse...

Há algum prolema em ter um carro descapotável.
Ou é só inveja mesmo...

proletário disse...

é mesmo só inveja. E a inveja estende-se ao facto de só os carros de grande cilindrada poderem estacionar em cima dos passeios, das passadeiras, em conduzir sem cinto...

Não seja tonto. Não há problema algum em ter bons carros, descapotáveis incluídos. O único problema é a falta de civismo e educação.

Anónimo disse...

Acho que a Junta devia pensar seriamente em cobrar taxa de "exibição de carros de alta gama" naquele local. Sempre era uma receita suplementar para os cofres da autarquia.

Berlaitadas disse...

Não é só nessa passadeira que o estacionamento indevido se verifica. Se repararem na passadeira junto ao quartel da GNR, verão que estão sempre carros mal estacionados. E repito, em frente ao quartel da GNR...

Joane Atento disse...

GNR, o que é isso?
Que fazem eles?

Anónimo disse...

Entao na rua que dá acesso à igreja.
Todos param em segunda fila para ir ao banco ou à padaria.

Por vezes até ficam dentro do carro à espera.

Só uma definição. BURROS !!!

pfq disse...

Calma, pessoal, se repararem o problema do estacionamento em cima de passeios e passadeiras é apenas um reflexo da falta de civismo generalizada que se vive em Joane.
Não sei se são reflexos da falta de educação ministrada em casa, sequelas da educação que a geração dos 30 anos recebeu na escola revolucionária do pós-25 de Abril ou se é mesmo apenas defeito de novo riquismo exibicionista.
Se quiserem também se pode falar dos ecopontos vazios mas onde deixam o lixo depositado na via pública, dos sacos do lixo postos a qualquer hora do dia (e até de véspera) para recolha...
MAIS CIVISMO, PRECISA-SE!

Anónimo disse...

Gosto desta capacidade, só ao alcance de alguns, que permite ver em tudo o reflexo nefasto do 25 de Abril!

A.O. disse...

ó bai-me á benda!!!!
vai-se a ver e tb estão lá os vossos carritos, ou não? hummmm
Eu já lá vi muito calhambeque estacionado, e os tunnigs, e os utilitários, e as carrinhas da higiene e segurança no trabalho e os taxis e as motas... ás vezes tb vejo lá estacionados uns drogados e umas brasileiras, para ir á cabine.
Falta de civismo é sim senhor, mas de todos.

A.O. disse...

ups, tunnings. ok aceito as repreensões. E peço desde já desculpa a esses senhores que tanto ajudam a indústria automóvel.

Farpas disse...

não é tunnings, é tuninhos.